top of page

Amador versus Profissional (1965), de Maya Deren

Atualizado: 13 de mar.


“Eu faço filmes com o que, em Hollywood, se gasta só em batons.” - Maya Deren

Nascida no ano da Revolução Bolchevique, a ucraniana de origem judaica Eleanora Derenkovskaya foi uma gênia em seu tempo. Radicada em solo estadunidense após o aumento dos pogroms praticados pelos contrarrevolucionários russos e ucranianos, Maya escreveu, dirigiu, fotografou, editou, atuou e dançou. Cravou seu nome na cinematografia em 1943, com o belo Meshes of the Afternoon.

Neste breve post, compartilho com os interessados a tradução do maravilhoso texto "Amateur versus Professional", escrito por Maya na primeira metade da década de 60. Em "Amador versus Profissional", Maya nos mostra como fazer muito com pouco. Nos tempos de Maya, o "equipamento leve" de gravação pesava alguns bons quilos. Máquinas, tripés e metros e mais metros de película. Em nossos tempos, temos tudo isso nos bolsos. Em meio às palavras de Maya encontradas aqui, destaco o último parágrafo:

Aprimore seus filmes não adicionando mais
equipamentos e pessoal, mas utilizando ao
máximo o que você já possui. A parte mais
importante do seu equipamento é você
mesmo: seu corpo móvel, sua mente
imaginativa e sua liberdade para usar ambos.
Certifique-se de usá-los.

Boa leitura!




39 visualizações0 comentário

Komentáře


bottom of page